Discussões corriqueiras ou banais acabam em desfechos trágicos com a presença da arma de fogo.

Discussões no trânsito, brigas conjugais ou desentendimentos em bares adicionados a arma de fogo levam a desfechos fatais.


No Brasil boa parte dos homicídios são praticados por motivos fúteis, conflitos cotidianos que com a presença da arma acabam em mortes. Com uma arma em mãos ou em casa é muito mais provável que ela seja utilizada em pequenos conflitos.
Qualquer um está sujeito a perder a cabeça. Se a arma está presente, facilmente pode ser usada. A presença de armas de fogo nas residências também aumenta as chances de suicídios e acidentes, em especial envolvendo crianças e adolescentes.

VOLTAR PARA HOME