Mulher é morta a tiros ao buscar filho na casa do ex-marido em SP, diz GCM

Matéria veiculada no G1 em 16/01/2017.

Uma enfermeira de 57 anos foi morta a tiros na tarde de domingo (15) em Monte Azul Paulista (SP). Segundo informações da Guarda Civil Municipal, que primeiro foi ao local da ocorrência, o suspeito é o ex-marido, de 48 anos, que teria cometido o crime motivado por uma disputa de bens resultante do processo de separação.
O homem foi preso e levado à Cadeia Pública de Bebedouro (SP). Filho do casal, um adolescente de 14 anos presenciou toda a ação e ficou em estado de choque, informou a GCM.
O G1 solicitou um posicionamento da Polícia Civil sobre o caso, mas não obteve retorno até a publicação desta matéria.
Morta ao buscar o filho
A vítima foi até a residência do ex-marido na Rua Ernesto Ferro, no bairro Cruzeiro, por volta das 13h30, para buscar o filho, um adolescente de 14 anos, de acordo com a GCM.
Assim que a mulher chegou e estacionou o carro, o ex-marido foi ao seu encontro, se sentou no banco do passageiro do veículo e disse que entregaria remédios do filho a ela. No entanto, ele sacou um revólver calibre 32 e efetuou cinco disparos no pescoço e no tórax da enfermeira, informou a autoridade municipal.
Baleada, a vítima ainda bateu o carro em um outro veículo estacionado. Após receber uma denúncia anônima, a Guarda Civil foi ao local, onde encontrou o filho do casal em estado de choque e a mulher morta. O corpo da vítima foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Barretos (SP).
Segundo a GCM, que acionou a Polícia Militar, o ex-marido fugiu de carro. Ele foi encontrado durante um patrulhamento em Bebedouro (SP) na noite do domingo, levado para a delegacia, e encaminhado para a cadeia do município. O ex-marido responderá por homicídio qualificado.


Fonte: Enfermeira levou cinco disparos dentro do carro em Monte Azul Paulista. Suspeito, ex-marido foi preso; disputa por bens pode ter motivado crime.