PM de folga reage a assalto e atira em suspeitos em Itaquaquecetuba

Matéria veiculada no G1 em 21/02/2017.

Um policial militar, de 45 anos, reagiu a um roubo e baleou suspeitos. Dois deles ficaram feridos e foram presos, já outros dois fugiram. O crime foi na noite de domingo (19), na Estrada do Pinheirinho em Itaquaquecetuba.

De acordo com o boletim de ocorrência, o policial militar estava de folga e dirigia seu carro pela Estrada do Pinheirinho, por volta das 22h. Ele contou que quatro homens se aproximaram e cercaram o carro. Um deles veio pelo lado da vítima, outros dois ficaram na frente do carro e o quarto homem no lado direito. Um dos suspeitos apontou uma arma na direção da vítima que teve que parar o seu veículo. Ainda segundo a vítima, os homens anunciaram o roubo e gritaram 'perdeu, perdeu, desce do carro'.

O policial contou que reagiu sem se identificar e, de dentro de seu carro, fez seis disparos com a arma da Polícia Militar que trazia consigo. Alguns dos disparos foram feitos na direção dos suspeitos que estavam na frente do carro e outros na direção do homem que se aproximou do lado da vítima. Os homens saíram correndo e fugiram do local. A vítima não conseguiu prendê-los e nem soube se haviam se ferido.

Em seguida, o policial pediu apoio para a PM e foi para a delegacia para registrar a ocorrência. Algumas horas depois, enquanto aguardava o registo do boletim de ocorrência, o PM soube que dois homens tinham dado entrada baleados no Hospital Santa Marcelina.

O policial foi até o hospital e reconheceu os baleados, um de 21 anos e outro de 20 anos, como sendo dois dos autores do roubo. Eles receberam voz de prisão. O suspeito mais novo foi levado para a delegacia e o outro ficou internado e, depois, foi transferido para um hospital em São Paulo. Segundo o boletim de ocorrência, ele deve passar por uma cirurgia e não tem precisão de alta.

De acordo com o relato do policial, foi o suspeito de 20 anos que apontou a arma durante a ação. O suspeito ficou em silêncio durante o registro da ocorrência. A polícia apreendeu o veículo e a arma do policial. O carro foi entregue para a vítima depois de periciado. Já a arma dos suspeitos não foi encontrada. O jovem de 20 anos não tinha antecedentes e ficou preso. Já o suspeito, de 21 anos, tem passagem por receptação, segundo a polícia, e quando tiver alta será encaminhado para a cadeia.

O boletim foi registrado como roubo de veículo, quando há violência ou ameaça execida com emprego de arma e concurso de duas ou mais pessoas.

O G1 pediu para a Secretaria Estadual de Saúde, e aguarda o estado de saúde do suspeito internado em São Paulo.