Menino oferece cofrinho após ver o pai baleado em assalto na Grande SP

Matéria veiculada na Folha de S.Paulo em 28/03/2017

Um menino de seis anos ofereceu seu cofrinho de moedas ao ver o pai baleado na madrugada da última sexta (24) durante uma tentativa de assalto em um sítio em São Lourenço da Serra, na Grande SP. O pai do garoto foi morto com um tiro no peito.

Segundo a polícia, três assaltantes chegaram à casa do marceneiro José Eleandro de Santana Santos, 37, que estava com a mulher e o filho de seis anos.

Os criminosos vinham de uma tentativa de assalto frustrada em um sítio vizinho, porque os proprietários não estavam e o acesso para o imóvel era complicado. Vendo que as luzes da casa de Santos estavam ligadas e a presença de uma mulher, os bandidos resolveram atacar o local.

De acordo com a polícia, ainda do lado de fora, os ladrões quebraram os vidros das janelas da casa e exigiam saber "onde estava o cofre". Santos foi morto dentro de casa, ao mostrar uma arma, mas a polícia não sabe se o tiro foi dado quando os criminosos estavam do lado de fora ou se eles já havia invadido o imóvel.

Segundo o delegado José Claudio da Silva, logo depois, o menino apareceu com o cofrinho e o mostrou aos assaltantes, que fugiram sem levar nada. O aniversário do garoto foi no mesmo dia do crime.


SUSPEITO PRESO

Um dos suspeitos, Josias Fernandes, 20, foi preso no domingo (26) em uma ronda da Polícia Militar na área do crime. Segundo a polícia, ele confessou o roubo, mas negou ter atirado em Santos. Os outros dois bandidos estão foragidos, mas já foram indiciados e qualificados. O trio já estava sendo investigado por outro roubo a um sítio em São Lourenço da Serra, três dias antes do crime.

De acordo com a polícia, os assaltantes moravam em casas abandonadas na Fazenda Vitória, que fica perto do local onde vivia vítima. Todos têm antecedentes por roubo.

Foram realizadas duas perícias no local para colher material genético. Em uma das janelas, foi colhido sangue dos criminosos, assim como impressões digitais. As armas tanto da vítima como de um dos bandidos foram apreendidas e encaminhadas para perícia.