Homem que atirou em mulher e tentou se matar descumpriu medida protetiva

Matéria veiculada no G1 em 23/03/2017

Após realizar um boletim de ocorrência contra o ex-marido por ele ter descumprido medida protetiva, Pamella Jennifer Garicoi sofreu uma tentativa de homicídio causada pelo ex-esposo, Jhonny Souza. Ela trabalhava na tarde desta quinta-feira (23), em Campo Grande, quando ele atirou na cabeça dela e depois tentou se matar, atirando no próprio queixo.

De acordo com a delegada Priscilla Anuda, responsável pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), a mulher havia registrado o boletim de ocorrência relatando o descumprimento da medida protetiva imposta. Ela impedia o suspeito de ter contato com a ex-esposa em qualquer meio comunicacional. Boletim de Ocorrência foi registrado como ameaça e desobediência.

Ele ameaçava a mulher para que eles reatassem o relacionamento. A delegada afirmou que os dois eram casados há anos, mas sempre terminavam e voltavam. Várias mensagens de cunho intimidatório eram mandadas pelo homem. Ele não aceitava o término do casamento.

A vítima encontrou o suspeito na frente do local onde o crime aconteceu, após retornar da delegacia. Ele desejava conversar com a mulher, mas ela recusou. A mãe da vítima também tentou acalmar o homem. Ele foi mandado embora pelos funcionários da empresa.

Após um tempo, o homem voltou, entrou silenciosamente no ambiente e efetuou os disparos com um revólver calibre 38.

Ambos foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros. A mãe da vítima presenciou o crime e passou mal após ver a cena, sendo socorrida pelos bombeiros também. O G1 entrou em contato com o hospital e a vítima de homicídio está na ala vermelha da Santa Casa. O casal possui um filho de 5 anos e a família já está sabendo do ocorrido, segundo a delegada.

Estavam presentes o proprietário da empresa, um cliente, a vítima e sua mãe. Priscilla também afirmou que mais investigações serão realizadas posteriormente. Há imagens da câmera de segurança e elas também serão analisadas