Militar do Exército se revolta em agência dos Correios, saca arma e assusta funcionários

Matéria veiculada no O Dia em 08/03/2018

Rio - Um capitão do Exército apavorou clientes e dezenas de funcionários de agência dos Correios em Maricá, Região Metropolitana do Rio, na manhã desta quinta-feira. O homem ficou revoltado ao descobrir que sua encomenda não havia chegado ao local e que ainda estava em Benfica, bairro da capital do estado. A Polícia do Exército foi acionada e o militar foi levado ao Hospital Central do Exército, no Rio. Procurado pelo DIA, o Comando Militar do Leste (CML) informou que "os detalhes do ocorrido ainda estão sendo apurados".

O incidente começou por volta das 10h na agência localizada na altura do km 28 da RJ-106, no bairro Itapeba, e terminou às 14h10. O trânsito ficou muito lento na região. Segundo a Polícia Militar, o homem sacou a arma, se acorrentou na unidade e ameaçou se matar após receber a informação sobre o atraso da encomenda. 

Rio - Um capitão do Exército apavorou clientes e dezenas de funcionários de agência dos Correios em Maricá, Região Metropolitana do Rio, na manhã desta quinta-feira. O homem ficou revoltado ao descobrir que sua encomenda não havia chegado ao local e que ainda estava em Benfica, bairro da capital do estado. A Polícia do Exército foi acionada e o militar foi levado ao Hospital Central do Exército, no Rio. Procurado pelo DIA, o Comando Militar do Leste (CML) informou que "os detalhes do ocorrido ainda estão sendo apurados".

O incidente começou por volta das 10h na agência localizada na altura do km 28 da RJ-106, no bairro Itapeba, e terminou às 14h10. O trânsito ficou muito lento na região. Segundo a Polícia Militar, o homem sacou a arma, se acorrentou na unidade e ameaçou se matar após receber a informação sobre o atraso da encomenda.