Vigilante flagrado matando porteiro a tiros por causa de bolinha de papel tem prisão decretada

Matéria veiculada no Vitoriosa em 17/10/2018

A Polícia Civil de Itumbiara-GO está a procura do vigilante Wallas Gomes de Lima, de 27 anos, flagrado por câmeras de segurança de um condomínio de luxo onde trabalhava, atirando e matando o porteiro do local. Segundo a PC, ele atirou três vezes no colega de trabalho, o porteiro Guilherme Alves Pereira, de 22 anos.

O crime aconteceu no último sábado, 13, durante o trabalho. De acordo com a Polícia Civil, o assassinato foi motivado por uma discussão por causa de um pedaço de papel jogado no chão.

“O vigilante atirou uma bola de papel no lixo da guarita do porteiro, que pediu que ele catasse. Eles iniciaram uma discussão, a certa altura o vigilante colocou ele de costas e atirou na cabeça dele”, disse o delegado responsável pelo caso, Ricardo Chueire.

As imagens das câmeras de segurança mostram que o vigilante mandou o porteiro virar de costas e disparou o primeiro tiro. O rapaz caiu e mesmo assim ainda foi baleado mais duas vezes. depois de deixar a arma em um armário, o vigilante, que estava no período de experiência na empresa, saiu tranquilamente.

Wallas teve a prisão preventiva decretada pela Justiça, porém está foragido e ainda não foi encontrado pela Polícia.

Em nota, a empresa de segurança onde o vigilante trabalha disse que lamenta profundamente o ocorrido e que está prestando todo amparo à família do porteiro.  Pouco antes de ser morto, a vítima enviou um áudio para um parente dizendo que era ameaçada por Wallas. Ele deve ser indiciado por homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e sem dar chance de defesa à vítima.