Vídeo mostra momento em que homem é baleado após briga em jogo de futebol amador, em Mandaguari

Matéria veiculada no G1 em 17/09/2018

Um vídeo mostra o momento em que um homem é baleado após uma briga em um jogo de futebol amador, em Mandaguari, no norte do Paraná. As imagens de câmeras de segurança foram obtidas com exclusividade pela RPC Maringá. Assista ao vídeo acima.

O crime aconteceu no domingo (16), depois que dois homens tiveram um desentendimento e foram expulsos da partida em uma associação atlética. O rapaz baleado ficou gravemente ferido e continuava internado no início da noite desta segunda-feira (17).

Segundo testemunhas e também de acordo com a polícia, o autor dos disparos, Júlio Costa, saiu do campo e foi para casa. As imagens das câmeras de segurança, cedidas pela Polícia Civil, mostram ele saindo do local e voltando logo em seguida.

Ele caminha, vai até onde está um grupo de pessoas e começa a atirar. A vítima sai correndo e é perseguida pelo atirador. De acordo com a polícia, o suspeito fez cinco disparos e três acertaram a vítima.

No vídeo é possível ver que todas as pessoas que estavam no local saem correndo procurando abrigo, tentando se proteger dos tiros, assim que o homem chega.

O rapaz baleado foi socorrido pelo helicóptero do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para a Santa Casa de Maringá, também no norte do estado. Ele seguia internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em estado grave, na noite desta segunda.

Já o autor dos disparos se apresentou à polícia no fim da tarde desta segunda e prestou depoimento.

Por telefone, o advogado do suspeito disse que, durante o depoimento, Júlio Costa confessou que fez os disparos.

Ele contou que foi agredido durante o jogo e que perdeu a cabeça. Costa não tem porte de arma e não apresentou a arma usada no crime, afirmando que a perdeu durante a fuga.

O suspeito foi ouvido e liberado. Ele deve responder em liberdade por tentativa de homicídio.

Tanto o atirador quanto a vítima são funcionários da empresa que mantém a associação atlética onde o crime aconteceu.

Em nota, a diretoria da associação lamentou o ocorrido e afirmou que esse é um fato isolado, alheio e contrário aos princípios, valores, e propósitos da associação.

A diretoria também informou que está colaborando com as investigações e que o socorro foi chamado e a polícia foi acionada imediatamente após o ocorrido.