Vigilante atira em supervisor durante discussão no prédio da Justiça Federal na PB, diz PM

Matéria veiculada no G1 em 21/04/2018

Um supervisor de uma empresa de vigilância que faz a segurança do prédio da Justiça Federal de Paraíba, no Pedro Gondin, em João Pessoa, foi baleado por um vigilante da própria empresa na noite deste sábado (20). Segundo a Polícia Militar, o caso ocorreu durante uma discussão entre o vigilante e o supervisor por causa do uso de um colete a prova de balas.

O supervisor que ficou ferido é um homem de 49 anos de idade. Ele foi socorrido e levado para o Hospital de Trauma de João Pessoa. Em nota, a Justiça Federal da Paraíba informou que o supervisor recebeu alta. Além disso, disse que o órgão está adotando as providências legais cabíveis em relação ao ocorrido.

O vigilante que atirou no supervisor foi identificado, mas fugiu desde o momento do crime e até 15h30 deste domingo não foi localizado. A Polícia Militar suspeita que, apesar da discussão, o vigilante e o supervisor já tinham uma rixa.

Segundo a Polícia Militar, o supervisor fazia rondas pelos pontos de vigilância na cidade, como ocorre na rotina da empresa. Conforme a Polícia Militar, a discussão teria começado quando o supervisor passou pelo prédio da Justiça Federal e viu o vigilante sem usar o colete a prova de balas. O supervisor exigiu que ele colocasse o colete, mas o vigilante teria se negado a usar. Durante a discussão, o vigilante atirou no supervisor. O tiro atingiu a coxa.