PMs são assaltados e têm armas roubadas enquanto tomavam café em Maceió

Matéria do UOL publicada em 05/04/2016

Confira o vídeo da reportagem.

Três policiais militares do BPTran (Batalhão de Polícia de Trânsito) de Alagoas foram assaltados enquanto tomavam café da manhã em um restaurante na avenida Cabo Reis, bairro Ponta Grossa, periferia de Maceió, nesta terça-feira (5).

Apesar de estarem armados com três pistolas .40, os policiais foram rendidos pelos assaltantes e tiveram o armamento roubado.

A SSP-AL (Secretaria de Segurança Pública de Alagoas) informou que foram recuperadas as três pistolas do BPTran e mais outras três armas que estavam com os acusados.

A ação foi registrada por câmeras de segurança do restaurante.

Nas imagens, os policiais aparecem sentados à mesa quando são surpreendidos pelos ladrões. Um homem entra no restaurante, sem levantar suspeita, e fica atrás da mesa dos militares aguardando os outros dois comparsas se aproximarem do grupo.

Em seguida, dois ladrões miram as armas, rendem os policiais, retiram as pistolas dos coldres que estão nas pernas dos agentes e vão em direção ao caixa do restaurante. Durante todo o assalto, nenhum dos três militares reage à ação dos bandidos.

Dois policiais se mantiveram com as mãos para cima. Depois, os três assaltantes saem do restaurante e os policiais demonstram surpresa com a ação.

Os ladrões estavam vestidos com roupas sociais e, quando entraram no restaurante, não levantaram suspeita dos policiais de serem bandidos. Segundo testemunhas, os acusados estavam em dois carros, uma picape Fiat Strada, localizada no bairro Trapiche da Barra, e um outro carro não identificado.

No início da tarde, cinco pessoas acusadas de participarem do assalto foram presas, após a polícia receber uma denúncia pelo número 181. A ação para prender os cinco acusados ocorreu em conjunto com a SSP-AL, Bope (Batalhão de Operações Especiais), Bptran, 1º Batalhão da Polícia Militar e do Grupamento Aéreo da SSP.

De acordo com a a SSP-AL, os acusados foram identificados por Vanderson Correia da Silva, Victor André dos Santos, Anderson Vitor, Átila do Nascimento Silva e Antônio Carlos dos Santos.

A SSP não soube informar se os acusados já têm advogados para defesa. A secretaria informou que Átila do Nascimento, Antônio Santos e Vanderson Silva já têm passagens pelo sistema prisional. Nascimento foi preso em 2014, por roubo; Santos é foragido do sistema prisional e Silva foi preso por porte ilegal de arma de fogo.

O secretário de Segurança Pública de Alagoas, Paulo Domingos Lima Júnior, afirmou que a reação dos policiais, em não reagir ao assalto e também a ação da polícia, em seguida, para prender os ladrões, foram uma resposta à sociedade para mostrar que a "polícia de Alagoas não é violenta".

"Mais uma vez, graças à integração de todas as forças, conseguimos prender os envolvidos da organização criminosa. Bandidos insistem em fazer esse tipo de ação audaciosa, mas não vamos tolerar isso. A resposta sempre vai ser dada, como fizemos hoje, para desarticular as quadrilhas. Para quem diz que a polícia é violenta, esta é a resposta que damos: prendemos os bandidos e recuperamos as armas", afirmou o secretário Paulo Domingos Lima Júnior.



Fonte: UOL